Tudo no seu tempo…!

Quando um belo projeto de arquitetura é concebido com concreto aparente, sua materialização passa por diversos pontos que devem ser debatidos desde a fase embrionária.

Por isso incentivo aos arquitetos o nosso contato desde a concepção.

Podemos, e devemos, cercar pontos desde já para que o projeto nasça com certo grau de amadurecimento e não necessite de intervenções ao longo de sua produção.

Isso parte desde as questões estéticas até as técnicas, envolvendo todo o time da obra (projetistas e executores).

Textura, tom, logística, pingadeiras, e demais detalhes ligados ao processo devem ser debatidos.

No canteiro, o primeiro e fundamental passo é a execução da laje/parede-teste em caso real (armação, forma, dimensão, concreto etc).

A mão de obra tem a oportunidade de ter contato com os insumos e o processo executivo, podendo e devendo assimilar os aprendizados. O concreto é testado no canteiro, e, ao final, o arquiteto e seu cliente fazem suas ponderações.

Basicamente, esse é o processo de desenvolvimento.

Leva tempo e dedicação, mas os frutos são colhidos.

Pode ter certeza!